Notícias

Banca de DEFESA: CHRISTIANA DE SOUSA DAMASCENO OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CHRISTIANA DE SOUSA DAMASCENO OLIVEIRA
DATA: 11/04/2024
HORA: 15:00
LOCAL: Online - Google Meet - https://meet.google.com/fsx-dauc-pqq
TÍTULO: MARISCO NOSSO DE CADA DIA: INVENTÁRIO DO OFÍCIO E OS MODOS DE SABER-SABER DAS MARISQUEIRAS DE ILHA GRANDE, PIAUÍ, BRASIL.
PALAVRAS-CHAVES: INVENTÁRIO PARTICIPATIVO; PATRIMÔNIO CULTURAL; ECOMUSEU DELTA DO PARNAÍBA; MARISQUEIRAS.
PÁGINAS: 156
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Museologia
RESUMO:

O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados da pesquisa-ação intitulada MARISCO NOSSO DE CADA DIA: Inventário Participativo do ofício e os modos de saber-fazer das marisqueiras de Ilha Grande, Piauí, Brasil, que foi realizada no Bairro Tatus, em Ilha Grande do Piauí, um dos dez municípios que integram a Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba, com a comunidade de mulheres catadoras de mariscos. Esta pesquisa surgiu da necessidade de valorização desse saber ancestral pertencente às mulheres de Ilha Grande que tende a desaparecer frente ao processo de globalização e crescimento do turismo de massa da região do Delta do Parnaíba. O objetivo geral foi construir com e para a comunidade de Ilha Grande do Piauí, um Inventário Participativo do ofício e modos de saber-fazer das marisqueiras, com vistas a contribuir para os processos de salvaguarda, que proporcione a valorização, proteção e promoção do patrimônio cultural que é a cata do marisco. A metodologia da pesquisa-ação realizada se insere no campo da Museologia Social e da Ecomuseologia utilizando-se das técnicas dos inventários participativos, ferramenta de orientação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, utilizamos a história oral no processo de observação, coleta, documentação, análise e interpretação de dados. Para a construção do inventário, usamos as fichas do Manual de Aplicação (2016), registros fotográficos, sonoros e audiovisuais. A realização deste trabalho mobilizou e sensibilizou a comunidade de marisqueiras para a valorização das histórias e memórias construídas por elas ao longo de décadas, bem como possibilitou o maior reconhecimento do patrimônio cultural pertencente ao grupo como um exercício de cidadania e participação social, para que seus resultados possam contribuir para o aprimoramento de ações de preservação e valorização das referências culturais das comunidades ribeirinhas, praieiras e deltaicas pelas Instituições oficiais, assim como servir de fonte de estudos e experiências no contínuo processo de aprendizado para a sociedade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDRÉ AGUIAR NOGUEIRA - IFCE
Interno - 423686 - AUREA DA PAZ PINHEIRO
Presidente - 1360694 - MARIA PATRICIA FREITAS DE LEMOS
Notícia cadastrada em: 01/04/2024 09:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 24/06/2024 12:40